Teste de Memória (Sequência de Ícones)

A memória de trabalho (MT) tem um limite de capacidade. Isso é especialmente relevante para tarefas complexas e, portanto, está relacionado com a capacidade de raciocínio. Uma forte relação entre a capacidade de memória de trabalho e raciocínio foi encontrada em vários estudos1 e pesquisas que indicam este tipo de memória como um dos melhores preditivos de inteligência2.

A memória de trabalho está associada a 3 funções principais: o armazenamento e processamento simultâneo de informações, supervisão (monitoramento de operações mentais, controle de sua eficiência e escolha dos recursos certos para uma tarefa) e coordenação (integração de informações de diferentes domínios de conteúdo)3 .

Este teste avalia o elemento da MT referente à capacidade de controlar a atenção, a fim de manter informações relevantes ou se desvincular de informações irrelevantes4.

Instruções

Este teste contém 10 questões no total. No início de cada pergunta, você verá uma sequência de ícones em rápida sucessão. Em seguida, será mostrado um conjunto de 8 ícones e você deve selecionar os que acabou de ver.

Das 8 opções, 3 a 5 estão corretas. As seleções corretas valem 1 ponto e as incorretas valem -1.

Exemplo de teste:

teste de memória sequência de ícones

Isenção de Responsabilidade:

Este teste foi desenvolvido com um propósito educacional e de entretenimento. Os resultados não constituem uma avaliação psicológica ou psiquiátrica de qualquer tipo e podem não oferecer um retrato preciso da aptidão mental do examinado. Não garantimos a exatidão dos resultados e estes não devem ser usados como um indicador das capacidades do indivíduo para um fim específico.

As respostas podem ser registradas e usadas para fins de investigação ou para serem distribuídas de outra forma. Todas as respostas são registradas anonimamente.

Últimos resultados

Idade 17
Género Mulher
Score 64
Idade 24
Género Mulher
Score 58
Idade 18
Género Mulher
Score 52
Idade 15
Género Homem
Score 75
Idade 13
Género Homem
Score 66
Idade 56
Género Mulher
Score 67
Idade 45
Género Mulher
Score 52
Idade 21
Género Homem
Score 76

O que avalia este teste de teste de memória?

Os testes de memória visual estão projetados para avaliar a memória visual de curto prazo, bem como a memória de trabalho. Os dois tipos de memórias são frequentemente referidos como sinônimos, mas alguns pesquisadores contestam esta ideia, defendendo que são diferentes ainda que se sobreponham em grande parte.

A memória de curto prazo, como o nome sugere, refere-se ao armazenamento de informações e dados pelo cérebro por meros segundos. A memória de trabalho, por outro lado, pode durar alguns minutos e armazena informações que se espera serem necessárias apenas por um curto período de tempo.

Por exemplo, uma pessoa está navegando pelas redes sociais quando vê um anúncio de um novo aplicativo completamente irrelevante para ela. Momentos depois, quando questionada sobre o anúncio, é possível que não tenha a certeza se o viu ou não e muito dificilmente irá recordar qual era o aplicativo em questão. Esta seria uma memória de curto prazo. O cérebro reconheceu e analisou rapidamente a informação durante uns segundos, mas logo a apagou quando a considerou desnecessária.

Agora, suponhamos que alguém está esperando um veículo de uma empresa privada de transporte urbano e recebe uma foto do carro que que deve esperar. Essa pessoa irá olhar a foto e reter os detalhes visuais do veículo para usar essa informação enquanto estiver olhando as ruas procurando por sinal do veículo. Se o carro demorar muito, pode precisar dar uma nova olhada na foto para refrescar a memória. Esta seria uma memória de trabalho. As informações armazenadas são úteis apenas para aquele momento e podem ser apagadas assim que o veículo chegar.

Este Teste de Memória de Sequência de Ícones destina-se a avaliar a sobreposição entre a memória de curto prazo e a de trabalho. Os examinandos verão uma sequência de ícones que devem memorizar para poder recordar e indicar posteriormente. A memória dos ícones só será útil pelo tempo necessário para completar a pergunta. A cada nova pergunta, uma nova sequência é exibida com o número de ícones aumentando também.

Por meio desse processo, o Teste de Memória de Sequência de Ícones consegue avaliar a memória de trabalho visual dos participantes, tanto em termos de tempo de retenção de informações quanto de capacidade de armazenamento.

É possível melhorar a memória de trabalho visual?

A memória de trabalho pode ser melhorada não em termos de espaço de armazenamento, mas da qualidade das memórias retidas. Nesse sentido, é possível treinar seu cérebro para se concentrar apenas nos detalhes mais úteis, ignorando os irrelevantes. Isso, por sua vez, liberaria mais espaço para reter informações mais relevantes, mesmo que a capacidade de armazenamento permaneça a mesma.

Curiosamente, o treinamento da memória de trabalho visual está ligado a atividades que muitos consideram divertidas. Por exemplo, os quebra-cabeças de caça de palavras são um bom campo de treinamento, pois os jogadores precisam se concentrar apenas na palavra que estão procurando e aprender a ignorar as letras irrelevantes na grade.

Outro jogo familiar popular que ajuda a melhorar esse tipo de memória é o da “palavra proibida”. Ao descrever a palavra proibida, os jogadores precisam se concentrar nos detalhes mais distintos e únicos que a separam do resto. Os membros da equipe, por outro lado, precisam agregar todas as informações para construir progressivamente uma imagem mental da palavra. Ou seja, todos os jogadores da equipe precisam reduzir a imagem visual às suas características únicas. Na prática, isso significa que eles estão aumentando a qualidade de sua memória de trabalho, pois se concentram no essencial e ignoram o superficial.

Usar rimas, dispositivos mnemônicos ou tentar descrever qualquer imagem em voz alta também são bons métodos de treinamento.

Referências:

1 P.C Kyllonen (1994). Aptitude testing inspired by information processing: a test of the four-sources model. Journal of General Psychology, 120 (1994), pp. 375-405; A.F Fry, S Hale (1996). Processing speed, working-memory, and fluid intelligence: evidence for a developmental cascade. Psychological Science, 7 (1996), pp. 237-241; R.W Engle, S.W Tuholski, J.E Laughlin, A.R.A Conway (1999). Working-memory, short-term memory and general fluid intelligence: a latent variable approach. Journal of Experimental Psychology, General, 128 (1999), pp. 309-331.

2 Süß, M., Oberauer, K., Wittmann, W., Wilhelm, O. & Schulze, R. (2002). Working-memory capacity explains reasoning ability—and a little bit more. Intelligence. 30(3), 261-288. https://doi.org/10.1016/S0160-2896(01)00100-3

3 Süß et al, 2002

4 Engle, R. (2018). Working Memory and Executive  Attention: A Revisit. Perspectives on Psychological Science. 13(2) 190 –193

Outros testes de inteligência

Teste de Sequência Numérica

Avalia o raciocínio indutivo. Se apresentará uma sequência numérica e o examinado deve detectar a regra não especificada que a rege para encontrar o número seguinte.

Teste de Reação

Teste de cronometria mental. Avalia os reflexos e velocidade de reação do participante diante de um estímulo.

Teste D-70

Este teste avalia a inteligência geral, bem como o raciocínio abstrato e a capacidade de entender a relação entre diferentes elementos.

Teste de Raciocínio Dedutivo com Figuras

Este teste avalia a capacidade de entender as regras que regem um Quadrado Latino e o raciocínio dedutivo necessário para preencher as células e encontrar o posicionamento de cada figura.