Testes de Raciocínio Indutivo

O raciocínio indutivo é a capacidade de detectar generalizações, regras ou regularidades1 em um determinado contexto. Por exemplo, descobrir a semelhança entre um grupo de objetos, a regra para uma sequência numérica, etc.

Fornece uma base fundamental para a compreensão das regularidades do conhecimento e geração de conceitos e categorias no nosso cotidiano2, tendo uma estreita relação com a resolução de problemas e o estabelecimento de relações causais3. Diante de problemas desconhecidos, os processos indutivos são aqueles que geram regras hipotéticas que serão testadas por ações e observações posteriores4.

O raciocínio indutivo é considerado um componente básico do pensamento. É também um dos procedimentos de cognição mais amplamente estudados já que está altamente associado com a aprendizagem, sendo muitas vezes apelidado de “potencial de aprendizagem”5. Inclui a capacidade de transferir conhecimentos adquiridos em um contexto para novas situações. Não surpreendentemente, o raciocínio indutivo é um dos principais fatores de predição do sucesso acadêmico6.

Teste de Raciocínio Lógico com Diagramas
Avalia a capacidade de entender a relação lógica entre três termos diferentes e a capacidade de transpor essa relação para um diagrama.
Teste de Raciocínio Lógico (Sequência de Figuras)
Testa o raciocínio indutivo e a capacidade de perceber e compreender as regras lógicas não declaradas que governam uma sequência.
Teste de Raciocínio Verbal
Avalia o raciocínio indutivo e os conhecimentos verbais. Serão apresentados pequenos textos que o examinado deve ler e interpretar para demonstrar que entende as informações transmitidas.
Teste de Sequência Numérica
Avalia o raciocínio indutivo. Se apresentará uma sequência numérica e o examinado deve detectar a regra não especificada que a rege para encontrar o número seguinte.

Referências:

1 Klauer, K. & Phye, G. (2008). Inductive Reasoning: A Training Approach. Review of Educational Research. 78(1), 85–123.

2 Klauer & Phye, 2008

3 Vo, D & Csapó, B. (2020). Development of inductive reasoning in students across school grade levels. Thinking Skills and Creativity, 37, 100699

4 Perret, P. (2015). Children’s inductive reasoning: Developmental and educational perspectives. Journal of Cognitive Education and Psychology, 14(3), 389-408

5 Tissink, Hamers, & van Luit, (1993) cit in Csapó, B. (1997). The Development of Inductive Reasoning: Cross-sectional Assessments in an Educational Context. International journal of behavioral development. 20 (4), 609–626.

6 Vo & Csapó, 2020